quarta-feira, março 19, 2014

Resenha A CULPA É DAS ESTRELAS


“Ás vezes as pessoas não tem noção das promessas que estão fazendo no momento em que as fazem.” 


Título: A Culpa É Das Estrelas
Autor: John Green
Editora: Intrínseca 
Nota:5 estrelas
Sinopse:  A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar. Mais informações em: www.aculpaedasestrelas.com 


"Passei a maior parte da minha vida tentando não chorar na frente das pessoas que me amavam. Você trinca os dentes. Você olha para cima. Você diz a si mesmo que se eles o virem chorando, aquilo vai magoá-los, e você não vai ser nada mais que uma tristeza na vida deles."



Sobre o livro:

Hazel Grace é uma adolescente, que passa por um tratamento de um câncer terminal, que, por um milagre da medicina, teve um tumor diminuído, por conta de um "remédio" em fase experimental, (sim, sim, Hazel foi usada como cobaia). E agora, ela estava nadando em uma depressão profunda! Eis que seu médico a manda para um grupo de apoio. Onde as pessoas contam seus medos e suas experiencias. No qual também ela conhece Augustus Waters carinhosamente chamado de Gus. Voltando a Hazel, ela passava horas lendo e relendo um livro chamado "Uma Aflição Imperial", livro este que não tem um "final". E ao conhecer melhor Gus, eles trocam indicações de livros, e claro Hazel indica seu livro favorito a Gus. Ele, termina de ler, e faz a mesma descoberta: O livro não tem um final. Motivados pelo amor, curiosidade, até mesmo pelo câncer, o casal faz uma viagem em busca de Peter Van Houten autor de "Uma Aflição Imperial".

Minha Opinião: Eu dei cinco estrelas, porque, esse livro é simplesmente perfeito! É realmente irresistível, pois, não é um livro de "amorzinho" chato e insuportável, enjoativo, e sim uma história de amor que supera limites! John Green usa uma linguagem um pouco rebuscada, ele da vida para personagens, isso que torna ainda mais irresistível. Na minha opinião esse livro é fundamental, para construção do meu caráter, pois esse livro identifica os seus erros, você se "encontra na história".


Bem até a próxima! 

2 comentários:

Alana Gabriele disse...

Bem, pelo fato de eu já ter lido esse livro, tenho q concordar com a sua analise de 5 estrelas, pq realmente é uma história emocionante e divertida,pois vc acaba rindo em uma parte e de repente já esta chorando em outra. John Green é um gênio, e mostrou isso nesse livro. Tambem recomendo q leiam "Cidades de papel" pois é bem divertido.

Sofia Lourenço disse...

achei o livro mto melancólico '-' naum gstei mto